Bundas. A gente também vê por aqui.

Salut mes amis!

O inverno segue seu curso bem mais ameno em 2016. Se bem que, especialmente nesse fim de semana, um arzinho glacial resolveu soprar nosso cangote de forma bem revigorante. Chegamos a -27*C e com sensação de -37*C, senhoras e senhores. Um luxo!

Mas vamos deixar o inverno fazendo seu trabalho. Passei por aqui pra dizer que Fabricio está bem e se recuperando direitinho, conforme orientações médicas. Ele ainda está de molho e tem mais uns dez dias de repouso. Na próxima semana, ele vai fazer o primeiro controle após a cirurgia e provavelmente vai passar por alguns testes de audição. Acredito que vão descobrir que o ouvido dele agora é biônico. Acho que ele tá ouvindo até demais…rs! Brincadeiras à parte, a audição está perfeita e ele está suuuuuuper feliz!

Agora que a adrenalina abaixou, pois cirurgia, por mais simples que seja, sempre será cirurgia, quero contar como foi essa experiência.

Primeiramente, todo o processo foi através do sistema público de saúde daqui: desde a primeira consulta, passando pelos exames pré operatórios, inclusive uma tomografia, até a cirurgia. Não pagamos um Trudeau $equer. Aliás, só pagamos o estacionamento do hospital.

Uma semana antes, uma enfermeira ligou para o Fabricio para saber como ele estava. Refez as mesmas perguntas sobre alergias de algum medicamento ou alimento, se ele já tinha feito algum procedimento cirúrgico na vida, se estava se sentindo bem, repetiu as mesmas recomendações que o médico já havia passado e disse que retornaria a ligação um dia antes da cirurgia para informar o horário de se apresentar no hospital.

Dito e feito. Ela ligou na véspera perguntando como ele estava e passando todas as coordenadas.

No dia 22 de janeiro, às 6h50, estávamos na recepção da enfermaria e ele só apresentou um documento. Nenhuma burrocracia. O dossier dele já estava pronto e uma enfermeira veio dar as boas vindas. Explicou como seria todo o procedimento, mostrou o leito que ele ficaria, entregou um jaleco para ele vestir e me mostrou a sala de espera. Os leitos estavam lotados, a sala de espera mais ainda e foi aí que descobri que sexta-feira é o dia oficial da cirurgia nesse hospital. Obviamente cirurgias previamente marcadas. Não estou falando de urgência/emergência. É certo que se um caboclo chegar com apendicite em pleno sábado de carnaval (porque aqui também tem Carnaval), eles vão operar o sujeito na hora.

Este esquema se chama chirurgie d’un jour (cirurgia de um dia), ou seja, você chega cedinho no hospital, o seu médico te opera, você vai para uma sala de recuperação e, se tudo correr conforme o previsto, você é liberado. Simples assim!

E foi mesmo. Fabricio foi pro centro cirúrgico por volta das 08h30 e às 14h já estávamos em casa.

Das coisas que vi da sala de espera:

* Muitas bundas brancas. Sério. Este jaleco que eles dão pro paciente vestir é deveras ingrato. E a cada bunda québéca que via, só me lembrava da cena hilária do filme Something’s Gotta Give (Alguém tem que ceder) com a Diane Keaton e a bunda do Jack Nicholson 😀

** Um silêncio avassalador. Sério. Como as pessoas são pacientes e calmas por aqui! Cada um respeita e aguarda pacientemente a sua vez.

*** As enfermeiras são médicos também. Sério. Como as enfermeiras daqui são phodas.

**** Os médicos são mais atenciosos e mais mortais. Sério. Como eles são acessíveis.

Vale lembrar que foi nossa experiência e minhas impressões.

Até a próxima!

Bises

 

 

Anúncios

Sobre Les Brazucois

:: Fabricio & Nilian . Aventuras e desventuras desses dois imigrantes em Québec, Canadá ::
Esse post foi publicado em Voilà. Bookmark o link permanente.

Uma resposta para Bundas. A gente também vê por aqui.

  1. Sandro - Os Patos Migram em Bando disse:

    Olá Quebezukas,

    Muito legal a experiência de vocês com o sistema de saúde, ouço relatos muito diferentes sobre o sistema, e eu mesmo tenho minhas próprias experiências, boas e ruins.

    De modo geral é resumiria dessa forma: quanto mais sério é o seu problema melhor é a resposta do sistema de saúde.

    Um abraço,

    Sandro

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s