Pequenas Felicidades

Salut, mes amis!

Hoje acordei inspirada, querendo revelar também momentos singelos, bem no clima da blogagem coletiva, criada pelo Botõezinhos.

Enquanto o bendito Processo caminha a passos lentos, nada mais interessante do que perceber o mundo à sua volta e concluir que são muitos os momentos bons que te fazem sorrir durante a semana.

É claro que nem tudo é um mar de rosas, mas as Pequenas Felicidades estão aí na sua cara… Basta um golinho de sensibilidade para perceber que esta vida é boa demais 😀

 

# As árvores da pracinha

Eu adoro o apê onde moro. Estou lá há seis anos e não me canso de reverenciar minhas vizinhas majestosas. E para minha surpresa, esta semana floresceu cores roxas em meio a minha paisagem urbana preferida.

♫♪ Da janela lateral, do quarto de dormir ♫♪

 

# Quebrando a rotina

Em plena terça-feira recebi um convite dos amigos para uma sessão de cinema e depois esticar num jantarzinho, sem abusar do horário pois somos proletários. E foi uma delícia: amei o filme, pois é polêmico e politicamente incorreto (do jeito que gosto!), dei boas risadas e ainda provei uma iguaria pra lá de saborosa regada com uma pimentinha… ( ♥ pimenta!)

CineCartaz

 

# Presente 1

Estava compenetrada no trabalho quando meu ramal tocou e me disseram que um motoboy me esperava na portaria da empresa para me entregar uma encomenda. Cheguei lá, recebi o pacote e me deparei com um presente dos amigos.

Sacolinha de ursinho para lembrar o Ted e garrafinhas para apimentar a vida!

 

# Presente 2

A mana mais nova é ultra ligada em tecnologia e vive me recriminando por eu ter um celular antigo sem nenhum acessório. Mas eu vivo explicando que não posso gastar grana com um celular mais modernozo, pois estou em contenção de despesas (quem está no Processo Québecois sabe do que estou falando).

Acho que ela sentia tanta vergonha alheia do meu Nokia descascadinho que acabou me dando um Android nesta semana.

Confesso que estou babando verde na frente do telefone de tanta aplicabilidade, acessórios e funções. Tô meio que de cabeça pra baixo com tanta tecnologia…rs! Mas estou amando, gente 😀

Android.com

 

#Deus Sol

Eu sempre tive um pé no Rock’n’Roll e o outro também e Led Zeppelin pra mim é algo sagrado, ícone da música, uma das melhores bandas que já existiu. Sem falar na competência musical de seus integrantes e a sensualidade sonora de Robert Plant (meu Deus Sol!).

Por isso, quando fiquei sabendo da turnê de Robert Plant no Brasil agora em outubro, nem pensei duas vezes. Meu ingresso já está na mão! Verei meu Deus Sol ao vivo e já fiquei sabendo que algumas músicas do Led Zeppelin serão lembradas por ele nesta turnê.

Primeira foto do meu Android. Rá!

 

Perceba também suas Pequenas Felicidades.

Bisous!

Anúncios

Sobre Les Brazucois

:: Fabricio & Nilian . Aventuras e desventuras desses dois imigrantes em Québec, Canadá ::
Esse post foi publicado em Voilà. Bookmark o link permanente.

6 respostas para Pequenas Felicidades

  1. Que legal, Nilian!

    Eu estou aprendendo a gostar de pimenta, na verdade estou aprendendo a amar! Nunca fui acostumada a comer pimenta, pois não era hábito na minha família. Agora que estou me aventurando mais pela cozinha por causa dos meus hpabitos vegetarianos, a pimenta está cada dia mais presente na minha vida! E a Tabasco… Nossa, que pimenta BOA! =D

    Quando ao celular… Pois é, tou pensando seriamente em comrpar um. Apesar de estar em contensão de gastos eu não aguento mais o meu Nokia velhinho e descascadinho! Tou louca para ter um celular desses modernosos e cheios de firulas, mas não tenho uma irmã para me dar de presente! Hahaha! Acho que pou ter que fazer um desfalque na “poupança-imigração, hein? =P

    Beijos,
    Lidia.

    • Brazucoise disse:

      Pois é, Lídia, eu nem pensei na poupança québeca na hora de comprar o ingresso pro Robert Plant. Tem coisas que realmente não têm preço…rs!

      Por isso, se está de saco cheio do descascadinho, vá na sua operadora e tenta negociar um aparelho modernozo. Quem sabe eles não têm uma oportunidade esperando por vc?! Olha, vale muito à pena. Eu semprei torcia o nariz para as novas tecnologias, mas tô pagando minha língua. Confesso!

      Quanto à pimenta, sou deveras apaixonada e a Tabasco verdinha é ‘hors concours’, ainda mais num nhoque de moranga ao molho de carne de soja com tomate fresco… Delícia!

      Beijos!

  2. Apoema disse:

    Gosto do tema das “pequenas felicidades”, para as valorizarmos e prestarmos mais atenção à elas. Mas, infelizmente, as pequenas infelicidades sempre são mais marcantes e têm um impacto maior no nosso dia-a-dia. Eu posso ter tido um ótimo dia e, à noite, às vezes por algo simples que dá errado, um fato desagradável, sei lá, toda a felicidade acaba e o dia termina mal. Um saco isso, né.
    Eu decidi comprar um celular bem razoável (não um top de linha que é mais caro que um netbook!!!), pois estivemos em Montréal e esse negócio de comprar cell não existe muito por lá não. Na real, a gente fica 1 milhão de anos preso à uma operadora, que “gentilmente” nos “presenteia” com aparelhos muito bons, e que, com isso nos mantém seus escravos. Quando fomos, meu marido acabou comprando um chip pré pago (o que os vendedores acharam bizarro) para utilizar enquanto estivéssemos viajando. Daí, resolvi adquirir um cell melhor para poder, pelo menos até ter uma visão melhor de como a telefonia móvel funciona no CA, utilizando por lá.

    Bises:)

    • Brazucoise disse:

      Ei, Apoema! Que legal receber sua visita aqui…

      Vc tem razão quando menciona nossa fraqueza perante as intemperanças, dissolvendo a alegria dos bons momentos. Temos muito o quê evoluir, não acha?

      Acredita que ainda estou em lua de mel com meu Android?! Acho que ele deve ir comigo pro lado de cima…rs!

      Abração & Boa semana!
      Nilian

  3. Dea disse:

    Oi Nilian, adorei os seus amigos!!! que presentinho mais querido! Também rimos muito com o Ted, fazia tempo que uma comédia não nos surpreendia assim… ainda mais porque fomos na inocência, não tínhamos a menos ideia do que estava por vir! hehehe

    E por falar em discussões apimentadas, acho que aprendi a gostar de pimenta lá no Canadá! Só de falar me dá vontade de comer! (mas não no nhoque de moranga, no bolinho de aipim com carne-seca… afff… bom demais!).

    Beijão!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s