Froide au ventre

Bonjour, mes amis…

Óbvio que nem tudo são flores no processo de imigração para Québec-Canadá. Simplesmente porque é uma mudança brusca de absolutamente TUDO: língua, cultura, política, trabalho, sociedade… É outro país!

Não vou mentir que está tudo lindo e maravilhoso…rs Mas sinto um friozinho na barriga sim. Afinal, toda mudança gera desconforto e medo, além da bendita ansiedade.  

Segundo minhas pesquisas, para uma pessoa compreender, falar e escrever bem em um novo idioma deverá permanecer imersa por pelo menos 4 (quatro) anos. Affe! Senti mais um  froide au ventre

E ontem, um domingo agradável, fui assistir ao Planeta dos Macacos – A Origem, pois sou assumidamente uma cinéfila. Depois, me apeguei pensando como será, nos primeiros meses, minhas idas ao cinema lá por aquelas bandas gélidas.

Será que acompanharei as legendas em francês? Será que meu inglês é suficiente para compreender os diálogos dos personagens? Será que ficarei boiando e deprimida? Será que minha capacidade de tradução me surpreenderá ?

São tantas dúvidas, incertezas e uma vontade incalculável de viver intensamente tudo isso!!!

Anúncios

Sobre Les Brazucois

:: Fabricio & Nilian . Aventuras e desventuras desses dois imigrantes em Québec, Canadá ::
Esse post foi publicado em Voilà. Bookmark o link permanente.

Uma resposta para Froide au ventre

  1. Nossa! Quatro anos de imersão para ser fluente? Agora quem ficou com frio na barriga fui eu… =/
    Eu sempre me pego pensando nessa questão da língua, sabe? Acho que não saber se comunicar e entender o sentido da língua é o maior medo de quem tem um alto nível de domínio da língua materna… No meu caso, que também sou assumidamente cinéfila, o que faço é assistir o maior número de filmes québecoises possível! Assim vou me acostumando com o sotaque… Eu só assistia com legendas em francês, mas ultimamente tenho tentado assistir sem legendas, mesmo que fique sem entender uma frase ou outra… Melhor fazer isso enquanto estou no início do processo do que deixar pra fazer quando já estiver lá, né?
    Abraços,
    Lídia.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s